80% dos médicos têm dificuldades com o tratamento de diabetes

O diabetes é uma pandemia atualmente, atingindo mais de 370 milhões de pessoas em todo o mundo, sendo mais de 13 milhões apenas no Brasil – e esses números vêm crescendo assustadoramente nas últimas décadas. A grande maioria dos pacientes com diabetes, hoje, é tratada por médicos que não são especialistas em diabetes, simplesmente porque não há especialistas em número suficiente para atender a toda essa população. O problema, no entanto, é que nem sempre esses profissionais estão plenamente preparados para tratar diabetes.

Uma pesquisa realizada entre os médicos clínicos gerais que trabalham nas Unidades Básicas de Saúde de Londrina, PR, demonstra que 87% dos profissionais tem pelo menos uma dificuldade ou insegurança com relação ao tratamento de pacientes com diabetes. A dificuldade mais comum foi com relação ao uso de insulina, citada por 81% dos médicos da pesquisa.

Investimentos em educação continuada desses profissionais são necessários para melhorar a capacitação dos médicos generalistas para tratar adequadamente os pacientes com diabetes, principalmente com relação ao uso de insulina, de maneira a prevenir as graves complicações crônicas dessa doença.

Endocrinologia e Diabetes Clínica e Experimental

Endocrinologia e Diabetes Clínica e Experimental

Fonte:  Revista Endocrinologia & Diabetes Clínica e Experimental, junho/julho/agosto de 2012

Publicação original:

http://www.revistaendocrino.com/Publicacoes/Ano%202012/Nr%2002/Revista%20Vol13Nr02Ano12.rar

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *