Posts

Professores e estudantes de Medicina aprovam o uso de games para educação médica

A equipe responsável pelo desenvolvimento do InsuOnLine publicou, na revista Games For Health, um artigo sobre os hábitos e opiniões de docentes e estudantes de Medicina sobre o uso de games eletrônicos para educação ou lazer.

O estudo foi realizado entre os docentes e alunos de Medicina da Universidade Estadual de Londrina (UEL), e mostrou que 90% dos professores e estudantes acreditam que games podem ser úteis para a educação de médicos. Mais de 80% deles gostariam de jogar algum game para educação médica. Os maiores obstáculos à maior utilização de games para educação médica, de acordo com os professores, são a falta de opções disponíveis e falta de recursos e suporte institucional.

Games for Health Journal

Games for Health Journal

 

Acesse a publicação original na revista Games For Health clicando no link abaixo:

http://online.liebertpub.com/doi/abs/10.1089/g4h.2013.0069

 

Médico cria jogo que ensina a aplicar insulina em diabéticos

O InsuOnLine foi o destaque de uma matéria publicada na Folha de São Paulo, de autoria da jornalista Cláudia Collucci.

Dr. Leandro Diehl, um dos criadores do InsuOnLine

Dr. Leandro Diehl, um dos criadores do InsuOnLine

Leia a matéria na íntegra:

http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2013/07/1307522-medico-cria-jogo-que-ensina-a-aplicar-insulina-em-diabeticos.shtml

InsuOnLine – um game como você nunca viu

A dificuldade em lidar com o uso de insulina, apresentada por médicos que não são especialistas em diabetes de lidar com o uso de insulina, foi a grande motivação para o médico endocrinologista e professor da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Dr. Leandro Diehl, em desenvolver o InsuOnLine, um game para educação de médicos sobre o manejo da insulinoterapia. O projeto chamou a atenção de profissionais e também de pacientes com diabetes, como se pode ver na matéria publicada no website Diabeticool, dirigido para portadores da doença.

diabeticool

Leia a publicação original:

http://www.diabeticool.com/insuonline-um-game-como-voce-nunca-viu/

Brincadeira que Pode Salvar Vidas

Matéria publicada pela jornalista Vilhena Soares, na seção de Tecnologia do Correio Braziliense, descreve o game InsuOnLine, desenvolvido para educação de médicos sobre o uso de insulina no tratamento do diabetes. A reportagem aborda a história por trás do projeto e comenta as vantagens do uso de games para educação médica.

InsuOnLine foi destaque no Correio Braziliense

InsuOnLine foi destaque no Correio Braziliense

Fonte: Correio Braziliense, 06/05/13.

Leia a matéria na íntegra:

http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/eu-estudante/ultimasnoticias_geral/33,104,33,95/2013/05/06/me_gerais_interna,364463/brincadeira-que-pode-salvar-vidas.shtml

Game para médicos vence etapa brasileira de competição da Microsoft

O InsuOnLine, um serious game para educação de médicos sobre o uso de insulina para o tratamento de diabetes, foi o grande vencedor da etapa brasileira da Imagine Cup, da Microsoft, maior competição mundial de projetos de tecnologia desenvolvidos por estudantes. Com a vitória, a equipe Oniria Games for Health Brazil, composta pelo médico endocrinologista Leandro Diehl (estudante de doutorado junto às Faculdades Pequeno Príncipe, de Curitiba, PR) e seu mentor Rodrigo Souza (diretor da divisão de games da Oniria Softwares, de Londrina, PR), vão representar o Brasil na final mundial da Imagine Cup 2013, em São Petersburgo, na Rússia, junto com os vencedores das demais etapas nacionais, realizadas no mundo todo.

InsuOnLine: campeão brasileiro da Microsoft Imagine Cup (2013)

InsuOnLine: campeão brasileiro da Microsoft Imagine Cup (2013)

Fonte: Revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios – 11/04/13.

Leia a matéria na íntegra:

http://revistapegn.globo.com/Revista/Common/0,,EMI335625-17180,00-GAME+PARA+MEDICOS+VENCE+ETAPA+BRASILEIRA+DE+COMPETICAO+DA+MICROSOFT.html

 

 

Games e gamificação estão entre as maiores tendências atuais para o ensino superior

A New Media Consortium (NMC) é uma organização internacional que analisa tendências na educação e publica anualmente os resultados das suas análises no Horizon Report. A décima edição NMC Horizon Report, publicada em 2013 e voltada especificamente para a educação superior, coloca os games e a “gamification” (gamificação) entre as 6 mais fortes tendências que deverão dominar o ensino superior nos próximos anos. Segundo o relatório, os games e a gamificação seriam 2 maneiras diferentes de implementar a mesma abordagem educacional. Enquanto os os games educacionais são caracterizados pela capacidade de provocar a imersão do estudante em um ambiente onde o conteúdo e o currículo são justapostos, a gamificação tenta incorporar às atividades em sala de aula os elementos motivadores dos games, como níveis, missões e recompensas.

New Media Consortium 2013 Horizon Report

New Media Consortium 2013 Horizon Report

Leia mais em:

http://www.nmc.org/publications/2013-horizon-report-higher-ed

 

Jogo para educação de profissionais

“Jogos sérios” (ou “serious games”) são uma grande ferramenta para a educação de alunos e profissionais de saúde nos dias de hoje. A afirmação é do professor sênior do Departamento de Clínica Médica da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Prof. Dr. Pedro Gordan. Segundo ele, uma grande vantagem dos serious games é aliar informação e diversão, aumentando a motivação de quem está jogando. E, com a motivação em alta, o rendimento do aluno em relação à aprendizagem e retenção de conteúdo é maior. Além disso, os games são uma mídia extremamente familiar para os estudantes de Medicina e jovens médicos de hoje, muitos dos quais já cresceram com Playstations dentro de casa.

Usar recursos das novas tecnologias de informação e comunicação (como games e simuladores eletrônicos) para a educação das novas gerações é uma tendência mundial, não só na área da saúde mas em praticamente todas as áreas do conhecimento. Um grande exemplo são os cursos superiores de Administração de Empresas e de Engenharia, onde boa parte do aprendizado prático dos alunos se dá em games (como o Desafio Sebrae).

Em Londrina, uma iniciativa promissora é o desenvolvimento de um serious game para educação de médicos clínicos gerais e estudantes de Medicina sobre o uso de insulina para o tratamento do diabetes.

Rodrigo Souza, Dr. Pedro Gordan e Dr. Leandro Diehl: jogos para educação médica

Rodrigo Souza, Dr. Pedro Gordan e Dr. Leandro Diehl: jogos para educação médica

 

Fonte: Folha de Londrina, 20 de setembro de 2012

Clique no link abaixo para acessar a matéria na íntegra:

http://www.centrodocoracao.com.br/noticias/noticias.asp?nrseq=44

 

 

Jogos Digitais e treinamento de pessoas

Em entrevista ao portal Terra, Rodrigo M. Souza, Diretor da divisão de Games da Oniria fala sobre o uso de Jogos Digitais no universo corporativo para o treinamento de equipes.

Rodrigo Martins de Souza, diretor da divisão de games da Oniria Softwares

Rodrigo Martins de Souza, diretor da divisão de games da Oniria Softwares

Confira a matéria na integra:

http://m.terra.com.br/noticia?n=6110308&a=home&s=1&c=noticiaportadabr&e=especiais_capa_br

InsuOnLine no 1o. congresso internacional sobre games e aplicativos para saúde (I SeGAH)

O InsuOnLine, um serious game para educação de médicos generalistas sobre o uso de insulina para o tratamento do diabetes, desenvolvido por pesquisadores de Londrina (PR), foi apresentado no dia 16/11/11 no I SeGAH – I International Conference on Serious Games and Applications for Health, na cidade de Braga, em Portugal. O evento foi promovido pela IEEE (Institute of Electric and Electronic Engineers, a maior organização internacional de engenharia) e pelo Instituto Politécnico de Cávado e Ave (IPCA).

Veja algumas imagens do evento:

Dr. Leandro Diehl fala sobre o projeto do InsuOnLine, no I SeGAH (2011)

Dr. Leandro Diehl fala sobre o projeto do InsuOnLine, no I SeGAH (2011) 

Dr. Pedro Gordan diante do poster do InsuOnLine

Dr. Pedro Gordan diante do poster do InsuOnLine

Programação do I SeGAH:

http://www.ipca.pt/segah2011/index.php?nav=6:0&page=program